LANDR BLOG

Mixagem e masterização

Guia de Remixagem: Como Remixar Uma Música em 5 Etapas

Guia de Remixagem: Como Remixar Uma Música em 5 Etapas

Nosso poderoso mecanismo de masterização baseado em IA ouve a sua música e oferece música cristalina com qualidade de estúdio que está pronta para o lançamento. Domine uma faixa. Domine uma faixa

Nas últimas décadas, os remixes se tornaram uma parte essencial da produção musical.

O que começou como uma prática “DIY” no início do dancehall e da cultura DJ se tornou um fenômeno mundial com sua própria categoria no Grammy.

Neste artigo, irei abordar tudo o que você precisa saber sobre remixes e como começar a criar o seu próprio.

O que é um remix?

Um remix é uma versão diferente de uma faixa já existente, criado através da mudança, alteração ou expansão de seus elementos originais. Um remix pode ser simples, reinventando somente os tons e texturas, ou bastante radical, reformulando completamente a harmonia e o ritmo.

Desde que a matéria-prima da sua faixa venha de uma música já existente, ela pode ser considerada um remix.

O que posso remixar?

Antes de analisarmos como criar seus próprios remixes, há um grande problema com a remixagem que precisa ser discutido.

A partir do momento que sua faixa contiver trechos que não sejam originais ou devidamente licenciados, seu processo de lançamento se torna muito mais complicado.

A partir do momento que sua faixa contiver trechos que não sejam originais ou devidamente licenciados, o processo de lançamento se torna muito mais complicado.

Na maioria dos casos, você não pode simplesmente utilizar material protegido por direitos autorais quando estiver fazendo um remix – ainda assim, precisa de músicas já existentes como matéria-prima.

Sua única opção é receber permissão do detentor dos direitos autorais para criar um remix oficial.

Entretanto, as chances de você conseguir que um artista de alto nível aprove seu remix são mínimas.

Mesmo que você tenha sucesso nessa etapa, ainda pode ter dificuldades em encontrar uma maneira de distribuir seu remix nas principais plataformas de streaming, devido a questões de direitos autorais.

Como encontrar músicas para remixar

find songs to remix

Apesar de tudo isso, ainda existem maneiras de se criar remixes legalmente.

Uma opção eficaz é utilizar o material de um artista com o qual você possa entrar em contato.



Pode ser alguém da sua comunidade ou alguém com um número de seguidores semelhante ou ligeiramente maior que o seu.

Para dois produtores em situações semelhantes, esse tipo de relacionamento pode ser mutuamente benéfico. Você exporá seu público ao trabalho dele, enquanto os seguidores da outra parte poderão conhecer a sua abordagem no projeto.

Para se beneficiar com tal método, você terá que ser ativo não só nas comunidades musicais online, mas também no mundo real.

Fique de olho no que os artistas que estão logo acima do seu nível de exposição estão fazendo. Caso você realmente queira remixar uma de suas faixas, entre em contato com eles e peça autorização. O pior que podem fazer é dizer não.

Lembre-se: não vá em frente até conseguir permissão – você não gostaria que alguém usasse suas faixas a menos que você concordasse, certo?

Uma outra opção acessível é participar de concursos de remixagem.

Os concursos de remixagem se tornaram populares online porque mostram como diferentes produtores podem criar resultados completamente distintos com o mesmo material de origem.

Às vezes, os concursos podem oferecer acesso gratuito a faixas originais de grandes artistas. Essa é uma oportunidade incrível de encontrar material para remixagem que você não deveria deixar passar.

Não se esqueça: mesmo depois de ter passado por todo esse trabalho, você ainda pode encontrar dificuldades com distribuição digital quando se trata de remixes.

Muitos distribuidores não oferecem licença para remixes, então você pode enfrentar grandes dificuldades para colocar seu remix nas plataformas de streaming.

Como remixar uma música

Dito isso, vamos nos concentrar nos detalhes. Veja como remixar uma música em 5 etapas:

1. Obtenha seu material de origem

Acima eu expliquei como escolher uma faixa para remixar, mas assim que você se decidir, terá que lidar com a matéria-prima.

Na maioria dos casos, você trabalhará com stems ao remixar uma música.

Stems são arquivos sobrepostos dos elementos individuais de uma sessão.

Stems são arquivos sobrepostos dos elementos individuais de uma sessão.

Em alguns casos, você pode receber stems de todos os arquivos na linha do tempo, mas eles frequentemente serão exportações de grupos de instrumentos com várias faixas sobrepostas.

Isso significa que você provavelmente terá uma pasta com arquivos estéreo individuais para cada instrumento.

2. Encontre o tom e o tempo

Para fazer um remix original, você terá que adicionar seus próprios elementos, juntamente com quaisquer trechos da música que você tirou dos stems existentes.

Para manter tudo sincronizado, você terá que identificar o tempo.

Para manter tudo sincronizado, você terá que identificar o tempo.

Existem diferentes maneiras de se fazer isso, dependendo de qual DAW você utiliza.

O Ableton detecta automaticamente o tempo de um trecho através do recurso warp.

Basta definir o tempo principal da sua sessão, de acordo com o tempo do seu stem de bateria detectado e desfazer o warp do trecho original para sincronizá-lo com o restante.

Encontrar o tom da música requer um pouco mais de conhecimento musical.

Uma maneira fácil de se fazer isso é tocar seu instrumento ou controlador MIDI juntamente com a música.

Você será capaz de identificar quando uma nota soa em sintonia com o resto da música.

A próxima etapa é determinar qual grau de escala você encontrou. Conforme você ouve a música, tente identificar o acorde que parece mais estável – a área harmônica que parece ser a “base” da música.

O truque para encontrar o tom é avaliar o intervalo musical entre sua nota e a harmonia base. Você terá que ser criativo aqui também, mas lembre-se que pode sempre voltar à sua nota inicial quando necessário.

Depois de fazer isso algumas vezes, você será capaz de dominar a técnica e conseguirá executá-la mais rapidamente.

Entretanto, não se deixe limitar pelo tom original. Alguns dos melhores remixes mudam radicalmente o material inicial.

3. Defina o que manter

O objetivo de um remix é colocar sua própria marca em uma faixa – não criar algo completamente irreconhecível.

Você precisará preservar pelo menos algumas das características principais da música original.

Ganchos instrumentais distintos e letras ou samples reconhecíveis são escolhas fáceis de elementos a serem mantidos.

Ganchos instrumentais distintos e letras ou samples reconhecíveis são escolhas fáceis de elementos a serem mantidos.

Você certamente deve dar o seu próprio toque, mas esses recursos podem ajudar o ouvinte a reconhecer a faixa original.

Tente identificar a parte da música que você julga mais importante e integre-a em seu remix de uma forma cativante.

4. Defina o que deixar de fora

Os elementos que você decide eliminar são tão importantes quanto os que decide manter.

Você pode ser exigente ou então eliminar diversos trechos em busca de maior efeito.

Às vezes, a exclusão de um elemento central importante pode redirecionar a música para uma abordagem completamente nova.

Em outros casos, chamar a atenção para os elementos principais, livrando-se das distrações, pode ser a melhor jogada.

Criar um espaço negativo é uma escolha especialmente interessante. Remixes minimalistas podem ser extremamente poderosos e bastante reveladores.

5. Defina o que acrescentar

É nessa etapa que a criatividade, de fato, entra em ação.



Através da adição de elementos originais você coloca sua própria marca no remix.

A melhor coisa sobre remixar uma música é que não há regras – siga seus impulsos criativos e adicione qualquer elemento que pareça adequado.

Samples left field, expressivos presets de sintetizador ou novos elementos gravados por você mesmo: tudo é permitido.

Aproveite essa oportunidade para evidenciar sua criatividade.

Remixe e reinvente

Remixes vieram para ficar.

É fácil perceber porque esse divertido e popular exercício de produção ocupa um lugar de destaque na cena atual.

Não importa se você quer colocar seu próprio toque em uma música atual ou prestar homenagem a um clássico, criar um remix é uma boa estratégia
Agora que você sabe o básico sobre remixagem, é hora de voltar à sua DAW e começar a trabalhar em seu próprio remix.

Masterização e distribuição ilimitadas, 1.200 samples livres de royalties, 30+ plug-ins e muito mais! <a href="https://www.landr.com/pt/preco/?utm_campaign=acquisition_platform_en_us_studio-generic-new-blog-ad&amp;utm_medium=organic_post&amp;utm_source=blog&amp;utm_content=left-hand-generic-ad&amp;utm_term=general">Obtenha tudo o que a LANDR tem a oferecer com o LANDR Studio.</a>

Masterização e distribuição ilimitadas, 1.200 samples livres de royalties, 30+ plug-ins e muito mais! Obtenha tudo o que a LANDR tem a oferecer com o LANDR Studio.

LANDR

Various contributors from the LANDR team of music mentors.

@LANDR

Receba guias de equipamento, dicas de mixagem, os melhores plug-ins gratuitos e muito mais na sua caixa de entrada todas as semanas.

As últimas novidades da LANDR