LANDR BLOG

Teoria musical

Fórmulas de Compasso: Como Sentir a Batida

Fórmulas de Compasso: Como Sentir a Batida

Uma das partes mais importantes da teoria musical é a fórmula de compasso.

É a primeira coisa que um músico procura em uma partitura antes de tocar uma nota.

Contudo, caso você esteja começando agora, é fácil ficar confuso com as fórmulas de compasso.

Entender o que significam os números por trás desses estranhos símbolos que mais parecem frações pode ser complicado.

Aqui está a regra número um: as fórmulas de compasso não são frações!

Aqui está a regra número um: as fórmulas de compasso não são frações!

Para realmente compreender as fórmulas de compasso, existem alguns conceitos-chave que você deve saber.

Neste guia, começaremos explicando o que significa cada um dos números na fórmula de compasso e como funcionam os as fórmulas de compasso compostos e ímpares.

Depois que você compreender melhor como funcionam as fórmulas de compasso mais comuns, examinaremos a teoria por trás dos compassos compostos e ímpares.



Saber como funciona a fórmula de compasso é muito importante para aprender mais sobre ritmo e até para escrever músicas melhores.

Vamos lá!

O que é uma fórmula de compasso?

A fórmula de compasso é um símbolo de dois números usado na notação musical ocidental, tanto no início como ao longo da partitura. O primeiro número no topo representa o número de batidas em cada compasso musical. O segundo número, na parte inferior, representa o valor em notas musicais que cada batida recebe.

Para entender como a fórmula de compasso funciona, você precisa compreender o que é um compasso na música.

music measure

Você também precisa saber como funciona a notação musical e como o ritmo é contado na música ocidental.


Os compassos são usados para dividir as notas em um padrão legível e que pode ser sentido ritmicamente.

A fórmula de compasso define o que pode estar contido em um compasso musical e como cada batida é contada.

A fórmula de compasso define o que pode estar contido em um compasso musical e como cada batida é contada.

time signature infographic

Quando você está começando a aprender, é melhor visualizar cada fórmula de compasso preenchendo os compassos musicais com o número exato de notas que cada fórmula de compasso comporta.

Entretanto, lembre-se de que qualquer fórmula de compasso pode ter uma combinação quase infinita de notas contidas em cada compasso musical.

Fórmulas de compassos simples e comuns

As primeiras fórmulas de compasso que você encontrará ao estudar teoria musical são fórmulas de compasso simples.

Fórmulas de compasso simples seguem um pulso duplo um-dois, o que significa que as notas são sempre agrupadas. As três fórmulas de compasso simples mais comuns são:

4/4 time signature

The three most common simple time signatures are:

  • Compasso simples ou compasso 4/4
  • Compasso cortado ou compasso 2/2
  • Compasso 3/4

Compasso simples

O melhor maneira de começar a aprender sobre as fórmulas de compasso é com a fórmula mais comum de todas: o compasso 4/4.

Esse é um compasso tão comum que às vezes você o encontra representado nas partituras apenas por um C, ao invés dos números 4/4.

Se você chutou que esse C significa compasso simples, você acertou!

Nos compassos 4/4 (ou simples), existem quatro batidas para cada compasso. O número quatro na parte superior das fórmulas de compasso se refere a essas quatro batidas.

O número quatro na parte inferior significa que cada uma das quatro batidas é contada em semínimas.

note values in 4/4

Portanto, em 4/4, cada compasso deve ser igual a um total de quatro semínimas.

Isso significa que você só poderia colocar duas mínimas em um compasso 4/4, ou então que só poderia encaixar oito colcheias.

common time

O que é tempo de corte?

Tempo de corte (Cut time ou cut common time) se refere a uma fórmula de compasso 2/2 e às vezes é simbolizado por um C com uma barra atravessando-o.

cut time

Ele segue essencialmente a mesma ideia dos compassos 4/4, mas com pulso de mínima.

Você se lembra de como um compasso 4/4 só comporta duas mínimas? O tempo 2/2 é exatamente a mesma coisa, também podendo comportar apenas duas mínimas.

Contudo, o número dois na parte inferior das fórmulas de compasso 2/2 significa que as notas são avaliadas em termos de mínimas.

Sendo assim, como os valores das notas 2/2 são a metade do valor das notas em 4/4, duas mínimas no tempo 2/2 são iguais em valor a duas semínimas no tempo 4/4.

Essa qualidade de intervalo presente no 2/2 sugere um andamento muito mais rápido, mesmo que a notação na página siga a mesma sensação e aparência de um compasso 4/4.

O tempo de corte é mais comumente usado para peças mais rápidas, uma vez que eles efetivamente cortam os valores das notas pela metade.

O tempo de corte é mais comumente usado para peças mais rápidas, uma vez que eles efetivamente cortam os valores das notas pela metade.

Isso significa que uma semicolcheia 4/4 se traduz em uma colcheia em 2/2.

Por exemplo, o trecho abaixo é exatamente o mesmo em termos de andamento e sensação. A notação só muda por causa das fórmulas de compasso opostas.

common time vs. cut time

A notação para peças rápidas em 4/4 geralmente requer o uso extensivo de semicolcheias duplas e fará com que uma página de partitura pareça muito mais complicada e intimidante.

O tempo de corte torna possível expressar o mesmo tempo enquanto reduz o número de notas com compasso duplo usadas em uma página.

O que é um compasso 3/4?

Uma fórmula de compasso simples que pode ser complicada para iniciantes é a 3/4.

Ela segue uma métrica tripla que é sentida em contagens um-dois-três ao invés de um-dois, deixando-a um pouco mais ritmicamente complexa.

3/4 time signature

No entanto, os princípios por trás do 3/4 permanecem os mesmos. Ainda conta-se em semínimas, apesar de existirem apenas três semínimas em um compasso.

Fórmulas de compasso compostas

O compasso composto é onde as coisas começam a ficar um pouco mais interessantes.

No compasso composto, as notas são agrupadas em em grupos de três, ao contrário dos grupos de dois encontrados no compasso simples.

No compasso composto, as notas são agrupadas em grupos três, ao contrário dos grupos de dois encontrados no compasso simples.

Isso significa que cada fórmula de compasso composta segue um ritmo baseado em três.

Em geral, a maioria dos compassos compostos tem um 8 na parte inferior, o que significa que as notas são contadas em termos de colcheias.

As fórmulas de compasso compostas mais comuns são:

  • Compassos 6/8
  • Compassos 9/8
  • Compassos 12/8
compound time signature infographic

O compasso 6/8 é contado em termos de seis colcheias e elas são agrupadas em dois grupos de três.

O compasso 9/8 tem uma duração de nove colcheias para cada compasso e elas são agrupadas em três grupos de três.

No compasso 12/8, cada compasso tem uma duração de 12 colcheias e elas se agrupam em quatro grupos de três.

Fórmulas de compasso ímpar

As fórmulas de compasso ímpar podem ser um pouco mais complicadas, mas depois que você sabe como os compassos simples e composto funcionam, fica tudo muito mais fácil.

Você também precisa ter bastante conhecimento sobre como é tocar ritmos duplos e triplos e como funcionam os pulsos fortes e fracos.

Isso porque as fórmulas de compasso ímpar alternam livremente entre os medidores duplo e o triplo.

As fórmulas de compasso ímpares alternam livremente entre os medidores duplo e o triplo.

As assinaturas de compasso 9/8 são um ótimo exemplo de compasso ímpar

Gosto de utilizar o exemplo do 9/8 ao discutir o compasso ímpar.

Sim, 9/8 pode ser entendido como tempo composto, mas apenas se você agrupar as nove colcheias em grupos de três.

E se você agrupasse as colcheias em três grupos de dois e um grupo de três?

Isso ainda seria igual a nove colcheias e obedeceria às regras especificadas pela fórmula de compasso 9/8, certo? Certo!

Para a fórmula de compasso 9/8, a maneira como um compasso é agrupado determina se ele é ímpar ou composto.

Portanto, se você agrupar as colcheias em grupos de dois e três (ao invés de apenas três), terá aquela sensação de tempo especial.

Você pode ver esse exemplo em ação na famosa faixa de jazz de Dave Brubeck, Blue Rondo a la Turk.

odd time signature in 9/8

As fórmulas de compasso ímpar são combinações de dois e três

Agora que você entende melhor como o compasso 9/8 pode ser dividido em grupos diferentes, você pode aplicar isso a qualquer fórmula de compasso que surgir no seu caminho.

Não se sinta intimidado caso encontre uma fórmula de compasso 13/8 ou 11/4 em uma partitura.

Não há fórmula de compasso que não possa ser agrupada em grupos de dois e três.

Não há fórmula de compasso que não possa ser agrupada em grupos de dois e três.

odd time signature groupings

Apenas observe como as notas estão divididas e você não terá nenhum problema em sentir a batida.

Claro, tirar um segundo para largar o instrumento e simplesmente bater palmas para sentir o ritmo é sempre uma ótima ferramenta para captar a sensação correta.



Apenas sinta a batida

As fórmulas de compasso são ótimas para expressar conceitos musicais e rítmicos.

Aprender um conceito teórico é útil para saber como expressar ideias musicais no papel e entender como certos conceitos funcionam.

Entretanto, como artistas, músicos e criadores, a parte mais importante é sermos livres para criar o que queremos ouvir.

Praticar nossa percepção rítmica tocando com outras pessoas, praticando com um metrônomo ou ouvindo músicas desafiadoras é tão importante quanto a teoria apresentada.

Não deixe que as restrições da partitura o limite! Muito pelo contrário, use as fórmulas de compasso como um método para abrir novas portas para a música que você escreve.