LANDR BLOG

Teoria musical

Como Ler Música: O Guia Ilustrado

Preview of youtube video

Masterização e distribuição ilimitadas, 1.200 samples livres de royalties, 30+ plug-ins e muito mais! Obtenha tudo o que a LANDR tem a oferecer com o LANDR Studio.

Ler partituras é uma habilidade capaz expandir os horizontes de todos os músicos – a sua criatividade só tem a ganhar com a leitura musical.

Seja para registrar suas ideias, tocar partituras ou apenas entender o que está acontecendo em uma música, saber ler partituras pode fazer a diferença ao longo da sua evolução musical.



Mas esse pode ser um aprendizado difícil, especialmente para iniciantes. Música é uma linguagem e estudar teoria musical para ler e escrever música exige prática.

O primeiro passo é assimilar os conceitos fundamentais. Para progredir na leitura musical, é preciso estar familiarizado com o básico.

Neste artigo, abordaremos algumas noções essenciais para o aprendizado de leitura musical.

Como ler partituras

Quando você olha pela primeira vez para uma partitura, você verá linhas, espaços e diferentes tipos de notas e marcações.

Vamos a cada um desses elementos.

Nomeando as notas musicais: O alfabeto musical

As notas do alfabeto musical são A-B-C-D-E-F-G.

As tonalidades podem ser identificadas pelas referidas letras. Cada letra equivale a uma nota que possui um lugar específico na pauta musical.

Vamos analisar a pauta mais de perto.

A pauta e os espaços

A pauta musical é feita de cinco linhas e quatro espaços.

A posição de uma nota nas linhas ou nos espações indica a tonalidade da partitura. Para cada tonalidade, há uma letra equivalente.

A posição de uma nota nas linhas ou nos espações indica a tonalidade da partitura. Para cada tonalidade, há uma letra equivalente.

Antes de aprendermos a identificar uma nota individualmente, é necessário prestar atenção ao símbolo localizado no início da partitura.

Clave de Sol e Clave de Fá

A marcação da pauta no início de cada linha informa o registro tonal do instrumento e como as notas devem ser lidas.

A notação para instrumentos graves é escrita em clave de fá e a notação para instrumentos em registros tonais mais altos é comumente escrita em clave de sol.

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/10/How-to-read-music_diagrams__Treble-Bass-Clef.png

Também existem outras claves (como clave de dó utilizada pela viola de arco), Mas elas são usadas com muito menos frequência, por isso vamos nos ater às claves de sol e de fá para fins educativos.

Como encontrar notas na pauta

Os nomes das notas nas linhas e espaços seguem uma ordem definida e podem ser memorizados com a ajuda de alguns truques mnemônicos.

Os nomes das notas nas linhas e espaços seguem uma ordem definida e podem ser memorizados com a ajuda de alguns truques mnemônicos.

Existem dois para a clave de sol:

  • Começando da primeira linha inferior da clave de sol , a frase diz: Elefantes Gostam Bastante De Farinha.
  • Começando do espaço inferior na clave de sol, as notas forma a palavra FACE.
note names treble clef

O padrão é o mesmo para a clave de fá, começando com uma nota diferente:

  • A partir da primeira linha inferior da clave de fá, a frase diz: Gatos Bonitos Desfilam Fazendo Arte
  • A partir do primeiro espaço inferior da clave de fá, frase diz: Acordar Cedo Em Granada
note names bass clef

As notas acima e abaixo da pauta seguem o mesmo padrão.

Linhas suplementares

As linhas suplementares são adicionadas para registrar as notes acima e abaixo da pauta. Essas notas seguem a mesma ordem e padrão de nomenclatura que as notas da pauta.

As linhas suplementares são adicionadas para registrar as notes acima e abaixo da pauta.

Elas são representadas por linhas curtas que cobrem apenas a extensão da própria cabeça da nota para ajudá-lo a visualizar as linhas e espaços.

Sustenidos e bemóis: acidentes musicais

As notas da pauta sozinhas não indicam todas as doze notas musicais.

Você deve ter notado que as notas que você viu até agora não incluem as teclas pretas do piano.

Para representar tais notas, você precisará modificar as notas na pauta com acidentes.

sharps and flats musical staff

Um sustenido é escrito com o símbolo # e indica o aumento da nota em meio tom (ou um semi-tom).

Um bemol é escrito com o símbolo ♭ e indica o decréscimo da nota em meio tom (ou um semi-tom).

O bequadro, representado pelo símbolo ♮ anula um sustenido ou bemol e retorna a nota ao seu estado original.

music accidentals sharp flat natural

Armaduras de clave

A armadura de clave é o conjunto de sustenidos ou bemóis no início da partitura e que indica o tom da música.

A armadura de clave é o conjunto de sustenidos ou bemóis no início da partitura e que indica o tom da música.

A menos que a partitura diga o contrário com acidentes, mantenha os sustenidos e bemóis nas linhas e espaços escritos na armadura de clave ao longo da música.

Para entender completamente as armaduras de clave, você terá que dar uma olhada no ciclo das quintas. Mas há uma dica simples para identificar a armadura de clave rapidamente.

Para tons maiores com sustenidos: o último sustenido na armadura de clave é a nota “dominante” da tonalidade.

O “dominante” é o 7º grau da escala. Conte um semitom a partir do último sustenido para determinar a nota “tônica” (o tom).

Para tonalidades maiores com bemóis, o penúltimo bemol na armadura de clave é a tônica – simples assim.

how to read key signatures

Fórmula de compasso

A partitura é dividida em segmentos chamados compassos. Cada compasso contém um determinado número de “pulsos”.

A fórmula de compasso mostra quantos pulsos existem em um compasso e qual valor de nota é igual a um pulso. Essa fórmula é representada no início da pauta por uma fração.

O número superior indica o número de pulsos em um compasso e o número inferior indica o valor da nota de um único pulso.

A fórmula de compasso mostra quantos pulsos existem em um compasso e qual valor de nota é igual a um pulso.

A fórmula de compasso mais comum é 4/4. No tempo 4/4, há quatro pulsos em um compasso e a semínima é igual a um pulso.

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/10/How-to-read-music_diagrams_Time-Signature.png

Embaixo da fórmula de compasso no início da música, você frequentemente verá uma marcação de andamento com uma faixa de BPM ou um termo italiano que descreve a sensação do andamento.

Isso mostra o quão lento ou rápido você deve tocar durante uma apresentação.

Como ler o ritmo

Cada nota tem um valor de ritmo que determina sua duração em uma música.

Os ritmos são escritos usando a forma das cabeças das notas, hastes e ligações entre as notas interligadas.

Os ritmos são escritos usando a forma das cabeças das notas, hastes e ligações entre as notas interligadas.



Cada valor rítmico é uma fração do tempo total em um compasso.

  • Uma semibreve dura o compasso inteiro. No tempo comum (4/4), isso significa que sua duração é de quatro pulsos inteiros. Ela é representada por uma cabeça de nota oca sem haste.
  • Uma mínima dura metade do compasso ou 2 pulsos. Ela é representada por uma cabeça de nota oca com uma haste.
  • Uma semínima dura um quarto de compasso ou 1 pulso. É representada por uma nota cheia com haste.
  • Uma colcheia dura meio pulso. Ela é representada por uma cabeça de nota sólida e haste com uma bandeira. Quando várias colcheias são escritas juntas, elas são conectadas.
  • Uma semicolcheia dura um quarto de pulso. Ela é escrita com uma cabeça de nota cheia e haste com duas bandeiras. Várias semicolcheias podem ser conectadas por um traço.

 



rhythmic value of notes and rests in common time

Diversas divisões de tempo são possíveis, mas estes são os valores das notas principais que você verá ao aprender a ler partitura.

Notas pontuadas e tercinas

Existem possibilidades rítmicas além de subdivisões iguais do compasso.

Um símbolo de ponto ao lado de uma nota significa que sua duração é estendida pela metade de seu valor original.

Um símbolo de ponto ao lado de uma nota significa que sua duração é estendida pela metade de seu valor original.

Isso pode parecer muito mais complicado do que realmente é. Vejamos o exemplo comum de uma semínima pontuada.

No tempo 4/4, uma semínima é um pulso completo. O ponto adiciona outro valor de meia semínima à sua duração total. Meia semínima = uma colcheia. Isso significa que uma semínima pontuada vale um total de 1,5 pulso – simples assim!

rhythmic value of dotted notes in common time

Dica quente: uma nota pontuada é normalmente seguida pelo valor de nota que irá “preencher” a divisão restante.

Por exemplo, uma semínima pontuada geralmente é seguida por uma colcheia.

As tercinas são outro caso especial. Eles são escritas com um símbolo “3” acima da note ou entre colchetes acima das hastes.

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/10/How-to-read-music_diagrams__Triplets.png

As tercinas são um tipo de ritmo irregular em que três notas devem caber no espaço de uma. Parece complicado no papel, mas é fácil sentir quando você ouve em contexto.

Ligaduras e pausas

Até agora, falamos apenas sobre notas e suas respectivas durações. Mas o que você não toca é igualmente importante.

As pausas designam os intervalos de silêncio entre as notas. Eles têm seus próprios valores rítmicos que indicam suas respectivas durações.

Os descansos designam os intervalos de silêncio entre as notas.

A duração de uma pausa é determinada por sua forma.

Eis os tipos de pausas e sua duração:

rhythmic values of notes and rests



 
O último elemento da notação rítmica a ser abordado são as ligaduras.

Ligaduras são linhas curvas que conectam notas da mesma tonalidade. Eles dizem para você estender a nota durante os dois valores combinados.

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/10/How-to-read-music_diagrams_Ties-and-Rests.png

Ler nas entrelinhas

Ler música é como aprender um novo idioma. É difícil no início, mas expande os seus horizontes de forma intensa.

Use este guia para começar a aprender a ler música e consulte-o se tiver dúvidas.

Agora que você já sabe quais são os primeiros passos, comece a tocar, fazer – e ler – suas partituras favoritas.