LANDR BLOG

Equipamento musicalGravaçãoMixagem e masterização

Guia do Home Studio: Como Criar Um Estúdio de Gravação na Sua Casa

Guia do Home Studio: Como Criar Um Estúdio de Gravação na Sua Casa

Seu home studio é o seu centro de criação musical por excelência. É nele que a sua inspiração e o seu trabalho convergem para dar forma às suas faixas.
Os avanços tecnológicos tornaram a gravação em casa mais acessível do que nunca.
A idéia de fazer músicas de qualidade em casa, a baixo custo, e mixá-las você mesmo era impensável até tempos atrás. Mas hoje em dia, os equipamentos de um home studio podem trazer resultados sonoros fantásticos.
Cada vez mais músicos escolhem gravar e produzir em casa, no quarto ou na garagem, ao invés de alugar estúdios caros – e você também pode fazer isso.

Primeiros Passos: Equipamentos Essenciais Para o Home Studio

Um Home Studio consiste em um conjunto de equipamentos e ferramentas desenvolvidas para gravação ou produção de música no ambiente caseiro.
Qualquer configuração de home studio contará com os seguintes equipamentos:

  • Laptop ou computador de mesa
  • Software DAW (Digital Audio Workstation)
  • Interface de áudio
  • Headphones
  • Monitores de estúdio
  • Microfones
  • Samples
  • Cabos

Neste guia, analisaremos cada um desses tópicos em detalhes e apresentaremos algumas boas opções para produtores de todos o níveis.
Use a barra de menus à esquerda para navegar pelas seções deste guia.

1. Um Computador para Música: seu Centro Digital de Produção Musical

A maior parte da produção musical dos dias de hoje ocorre no domínio digital. E para gravar digitalmente, você precisará de um computador.
Mas eis aqui uma boa notícia: os computadores modernos têm bastante poder de processamento para tarefas relacionadas a áudio. Você não precisa comprar uma máquina especial para dar início ao seu home studio.
Um laptop ou um desktop com especificações decentes possuem capacidade de processamento suficientes para você começar.
O embate “PC ou Mac” costumava ser tema de discussões acaloradas na comunidade de áudio profissional, mas nos últimos anos a diferença entre essas duas plataformas diminuiu.
Use a plataforma com a qual você mais se sentir confortável.
E se você já sabe que vai ter que processar muitos plugins exigentes com o seu computador, aqui estão as especificações que mais importam.

Velocidade de Processador

A velocidade do processador da CPU continua sendo um dos fatores mais relevantes quando o assunto é poder de processamento de áudio.
Procure por mais núcleos e por uma maior velocidade para obter um processamento geral superior.

Disco Rígido (HD)

A utilização de um SSD (solid state drive) como unidade de inicialização do sistema é uma das melhores otimizações que você pode fazer para a sua máquina em geral.
E isso também ajuda na produção musical. O uso de um SSD torna seu computador mais responsivo e mais veloz ao iniciar.
Você poderá observar os benefícios se o seu DAW ou outros aplicativos de música estiverem instalados no SSD.

Memória RAM adequada

Você pode pensar que é extremamente necessário maximizar a RAM do seu computador para obter o melhor desempenho na sua DAW.
Contudo, isso nem sempre é verdade – 8 GB de RAM suportam bem as tarefas básicas de áudio.
Mas se você planeja executar várias
bibliotecas de samples em tamanhos de buffer baixos, talvez convenha expandir a memória RAM.

Como Escolher Um Computador Para Produção Musical

De volta ao topo ⟰

2. DAW: Software para Gravação em Estúdio

DAW significa Digital Audio Workstation – Estação de Trabalho de Áudio Digital, em inglês. Trata-se do principal programa de computador que você usa para gravar, editar, mixar e organizar suas músicas.
Se o seu home studio seguisse os moldes de um estúdio tradicional, o seu DAW seria um gravador de fita.
Mas os DAWs modernos são capazes de fazer muito mais do que isso – eles permitem gravar e editar MIDI e áudio.
O MIDI é a linguagem que instrumentos digitais como sintetizadores e baterias eletrônicas usam para se comunicar. Trata-se também da maneira como você insere informações musicais em instrumentos virtuais dentro da sua DAW.
Escolher um DAW não é uma decisão simples – e por isso concebemos um guia para ajudá-lo a escolher entre as melhores opções.

Os 12 Melhores Aplicativos de DAW Do Mundo


O que é MIDI?: A Ferramenta Mais Poderosa da Música

De volta ao topo ⟰

3. Interface de Áudio: reproduza e grave áudio com o seu computador

O próximo item essencial no seu home studio é a interface de áudio.
Todo som que entra ou sai do seu DAW precisa passar pela sua interface para chegar ao seu destino.
Uma interface de áudio é o equipamento que converte os sinais analógicos de seus microfones ou instrumentos em entradas digitais que podem ser registradas no seu DAW.
Ela também converte os sinais digitais da sua DAW no áudio a ser ouvido nos alto-falantes ou fones de ouvido.
Isso é de suma importância. Ouvir suas faixas com qualidade total é essencial para tomar decisões bem fundamentadas sobre a sua mixagem.
Tudo isso faz da sua interface de áudio uma parte essencial do seu home studio.
Nós criamos a lista definitiva das 52 melhores interfaces de áudio e um guia detalhado para escolher a interface certa – assim não há como tomar a decisão errada.

The 200 Best Free VSTs Ever

As 52 Melhores Interfaces de Áudio do Mercado


Como Escolher uma Interface de Áudio Para o Seu Home Studio

De volta ao topo ⟰

4. Headphones: Ouça as suas faixas do jeito certo

Em seguida, é preciso que você ouça faixas criadas no DAW do modo mais cristalino possível.
Você pode preferir usar monitores de estúdio para a maioria das audições, mas, ainda assim, os headphones são uma ferramenta essencial em qualquer home studio.
Os seus headphones sempre serão importantes para tarefas como monitoramento e referência de mixagem.
E, apesar do que muitos engenheiros profissionais dizem, é completamente possível mixar bem utilizando headphones.
Se você estiver trabalhando com um orçamento limitado, começar com um bom headphone é uma boa solução até que você possa comprar um par de monitores.

Os 25 Melhores Headphones de Estúdio Para Músicos


Por que mixar com headphones é melhor do que você pensa


Como Melhorar Seu Som com Referência de Mix

De volta ao topo ⟰

5. Monitores de Estúdio: Mixe melhor com os alto-falantes certos

Os fones de ouvido são importantes para qualquer home studio, mas mixar exclusivamente com eles pode ser cansativo durante longas sessões.
A maioria dos engenheiros faz a maior parte do trabalho usando monitores de campo próximo (near-field).
Os monitores de estúdio são alto-falantes especialmente projetados para soarem cristalinos, planos e neutros.
Ao contrário dos alto-falantes convencionais, essas ferramentas de escuta não foram projetadas para embelezar a música ou fazer com que ela soe mais agradável.
Na verdade, é quase o oposto.
Os monitores de estúdio evidenciam todas as falhas de um som para que você possa resolvê-las na fase de mixagem – esse é o insight necessário para que suas faixas soem ótimas.
Ainda assim, cada monitor tem uma sonoridade própria e escolher o correto é uma decisão pessoal.
Confira o nosso guia dos melhores monitores de estúdio para encontrar o par perfeito.

Os 40 Melhores Monitores de Estúdio Para o seu Home Studio

De volta ao topo ⟰

6. Controlador MIDI: Toque instrumentos virtuais no seu DAW

MIDI significa Musical Instrument Digital Interface. Trata-se da linguagem que suas ferramentas de música digital usam para se comunicar.
O MIDI carrega as informações que dizem aos sintetizadores e instrumentos virtuais quais notas tocar, quando tocá-las e outros tipos de gestos musicais.
Você pode escrever MIDI manualmente utilizando o mouse, mas a maioria dos produtores considera mais fácil tocar as notas usando um controlador MIDI.
Um controlador MIDI é um dispositivo de hardware usado para entrada de MIDI. Os controladores MIDI podem ter teclas, pads, botões, controles deslizantes ou uma combinação de diferentes tipos de entrada.
A maioria dos home studios possui um controlador MIDI.

Editando MIDI: 6 Dicas Essenciais para Obter Melhores Faixas de MIDI

De volta ao topo ⟰

7. Plugins: Use efeitos de áudio no seu DAW

Os plugins são softwares que servem como ferramentas de som utilizadas no DAW para mixagem, síntese, efeitos, sampling e muito mais.
A maioria das DAWs possuem um conjunto integrado de plugins que são mais do que suficientes para criar uma faixa profissional.
Mas os plugins extras são uma maneira de expandir sua paleta sonora e conceber o seu próprio som.
Talvez você queira montar o arranjo de instrumento virtual perfeito com seus plugins de sintetizador.
Ou talvez você seja um viciado em efeitos e esteja sempre em busca de um novo plugin de reverb.
Qualquer que seja o seu nicho, os plugins podem ser incrivelmente inspiradores.
Eles são um dos elementos que tornam a produção musical tão emocionante.

Os 60 Melhores Plugins VST Gratuitos


Os 11 Melhores Plugins de Delay para Todas as Situações de Mixagem


Os 15 Melhores Plugins EQ para Moldar Seu Mix


Os 15 Melhores Plugins de Reverb para Todas as Situações de Mixagem

De volta ao topo ⟰

8. Microfones: Grave seus vocais e muito mais

A não ser que você esteja fazendo música exclusivamente com VSTs ou samples, você precisará capturar seus sons com um microfone para inseri-los no seu DAW.
Há um número enorme de microfones no mercado – e nem todos são adequados para todas as tarefas.
Nós fizemos um guia especial para te ajudar a escolher um microfone com base na fonte que você projeta gravar.
Mas se você quiser apenas ter uma idéia do que há por aí, confira nossa lista dos 30 melhores microfones disponíveis.
Quando o assunto é microfones, todos sabemos que há uma fonte sonora que vem à mente logo de cara: os vocais.
Não é fácil recomendar o microfone perfeito para todos os cantores, mas escolher o microfone de acordo com o seu estilo de canto é uma boa maneira de começar.

Os 30 Melhores Microfones no Mercado Atualmente


Comprando seu primeiro microfone: um guia em 4 passos


Tipos de Microfone: Como Escolher o Mic Certo para O Seu Som

De volta ao topo ⟰

 9. Samples: sons para usar na sua música

Os samples são uma maneira perfeita de dar início à música.
Uma biblioteca de samples bem elaborada é uma ótima fonte de recursos para um home studio.
A matéria-prima para samples pode ser encontrada em qualquer lugar onde existe áudio. Mas tenha cuidado.
O uso de material protegido por direitos autorais em suas músicas pode resultar na rejeição por parte de serviços de distribuição digital ou ainda pior – em um processo por violação de direitos autorais.
A melhor maneira de trabalhar com samples é ter acesso a uma biblioteca de samples já liberados, prontos para serem usados na sua música da maneira correta.
Confira os Samples LANDR para obter os melhores samples, pacotes e loops – com curadoria da AI.
De volta ao topo ⟰

10. Cabos de áudio: conecte seu equipamento

Com toda essa parafernalha em seu estúdio, você precisará dos cabos corretos para conectar tudo.
Existem muitos tipos diferentes de cabos de áudio, mas todos eles têm uma finalidade no contexto do estúdio.
Sua interface de áudio, microfones, instrumentos e monitores podem precisar de tipos diferentes de cabo para serem conectados.
Se você precisar de uma revisão sobre os diferentes tipos de cabos existentes, use este guia para fazer um cabeamento que funcione bem para você.

Cabos De Áudio: Tudo Que Os Músicos Precisam Saber Sobre Os Tipos De Cabo De Áudio

De volta ao topo ⟰

Lar doce home studio

Um home studio é composto por diversas ferramentas, cada uma com a sua importância.
Associá-las e colocá-las para funcionar em prol da criação musical é bastante animador.
Use este guia para aliviar o estresse ao buscar pelo equipamento certo para o seu home studio.