LANDR BLOG

Equipamento musicalGravação

Gravação de Campo: 10 Maneiras de Utilizar Elementos Sonoros do Ambiente Em Sua Produção

Gravação de Campo: 10 Maneiras de Utilizar Elementos Sonoros do Ambiente Em Sua Produção

Masterização e distribuição ilimitadas, 1.200 samples livres de royalties, 30+ plug-ins e muito mais! Obtenha tudo o que a LANDR tem a oferecer com o LANDR Studio.

Inovar na arte e na música significa ultrapassar fronteiras e romper com os padrões tradicionais.

O uso de sons não musicais é uma maneira de os músicos aventureiros desafiarem as convenções em seus trabalhos.

Elementos sonoros do cotidiano podem ser partes poderosas de uma composição musical.

A gravação de campo consiste em captar esses sons presentes na natureza. Essa técnica dá abertura à diversas possibilidades, mas nem sempre é fácil inserir esses sons de uma forma positiva na sua produção.

Nesse artigo trataremos sobre como incorporar gravações de campo à sua música e apontaremos maneiras criativas manipular esses sons na sua DAW.

O que é gravação em campo?

Gravação de campo é o termo usado para descrever qualquer gravação de áudio que ocorra fora de um estúdio de gravação.

Gravação de campo é o termo usado para descrever qualquer gravação de áudio que ocorra fora de um estúdio de gravação.

A gravação em campo advém da prática do trabalho de campo – pesquisadores viajavam para conhecer culturas distintas e documentavam o encontrado.

Na década de 1940, o compositor Pierre Schaeffer começou a experimentar com a gravação de voz humana e de ambientes naturais.

Essas composições únicas marcaram o início da Musique Concrète, a qual lançou as bases para boa parte da música experimental e de vanguarda dos dias atuais.

No passado, a captação de gravações de campo exigia equipamentos caros e técnicas especializadas. Hoje, graças à tecnologia moderna, qualquer pessoa com um smartphone tem a capacidade de registrar um áudio.

Primeiros passos: qual é o equipamento necessário?

Tudo o que você precisa para captar gravações de campo é um microfone, um dispositivo de gravação e um headphone.

Se você possui num smartphone, você já possui um dispositivo capaz de fazer gravações em campo.

Se você possui um smartphone, você já possui um dispositivo capaz de fazer gravações em campo.

No entanto, se você investir em um dispositivo especificamente destinado à gravação em campo, obterá qualidade de áudio superior e alguns recursos úteis para o seu fluxo de trabalho.

Confira nossa lista dos 13 melhores gravadores de campo para começar a captar sons encontrados do mundo ao seu redor.

Que tipos de sons você deve gravar?

A beleza da gravação em campo é que você pode capture qualquer som que você possa imaginar usar em suas faixas.

Depois de decidir sobre o tipo de equipamento que você deseja usar, é hora de chegar lá e começar a gravar.

Aqui estão algumas idéias para você começar a gravar em campo:

  • vozes humanas
  • conversas incoerentes distantes
  • sons da natureza
  • sons industriais, como máquinas, construção, etc.



Como usar a gravação de campo em suas produções

Depois de captar suas gravações em campo, você precisará incorporá-las às suas faixas.

Sobrepor os sons encontrados com elementos musicais é uma ótima maneira de adicionar profundidade e interesse à uma faixa.

Sobrepor os sons encontrados com elementos musicais é uma ótima maneira de adicionar profundidade e interesse à uma faixa.

Você também pode ser criativo e manipular os sons com efeitos ou usar as gravações para criar ritmos ou linhas de baixo.

As possibilidades são praticamente infinitas – aqui vão algumas sugestões sobre como trabalhar com suas gravações de campo na sua DAW:

1. EQ

Por mais que soe óbvio é sempre bom lembrar de que existem muitas maneiras criativas e úteis de utilizar o seu EQ.

Talvez você queira apenas isolar certos sons da sua gravação e filtrar frequências indesejáveis.

Você também pode usar o EQ para destacar certas frequências e criar sons não naturais e interessantes.

2. Gating

Gating é uma técnica ligeiramente mais avançada que é capaz de isolar completamente certos sons da sua gravação.

Juntamente com a compressão, o gating é uma das principais ferramentas para controlar o seu alcance dinâmico (dynamic range).

Um dos desafios normalmente enfrentados durante a gravação em ambientes externos é a captação de ruído de fundo em excesso.

A definição do limite do gate (portão de ruído) na sua DAW vai determinar o nível no qual o ruído é captado e o excesso a ser cortado.

Qualquer coisa acima do limite não será afetada e qualquer coisa abaixo dele será silenciada. O ajuste do ataque e do release vai te ajudar que, após a aplicação do noise gate, o som soe natural e transparente.

3. Transposição

A transposição é o processo de ajuste da tonalidade de uma gravação – e isso pode alterar profundamente o aspecto de uma música.

Essa é uma ótima técnica para ser aplicada em gravações de vocal. Transpor a afinação para cima ou para baixo, mesmo que sejam poucos semitons, pode dar à gravação uma nova roupagem.

4. Reverb e Delay

Adicionar reverb ou delay à uma gravação de campo é uma ótima maneira de criar um som com profundidade.

No plugin de reverb integrado à sua DAW – e também nos desenvolvidos por terceiros – existem literalmente milhares de texturas de reverb e delay disponíveis.

Experimente parâmetros de reverb e delay, como densidade, reflexão e forma, para adicionar uma espacialidade interessante à sua faixa.

5. Panning

Brincar com o panning em sua gravação de campo é outra técnica simples para criar espacialidade.

Para vocais ou sons da natureza, tente usar faixas duplicadas com o pan nas extremidades opostas do campo estéreo.

Você também pode sobrepor os sons para que o tempo esteja ligeiramente atrasado, isso que criará profundidade e um efeito de delay sutil na gravação de campo.

Se você quiser experimentar algo mais complexo do que o pan embutido em suas faixas de áudio, como o reverb, existem inúmeras possibilidades de fazer o panning de suas gravações nas predefinições da sua DAW e também através de plugins externos.

6. Reverse

Uma maneira fácil de manipular os sons que você encontra por aí é simplesmente inverte-los.

Isso pode adicionar uma vibe misteriosa às gravações de vocais ou criar um som completamente novo quando aplicado nas gravações de máquinas.

O uso de sons em sentido normal e invertido é uma ótima técnica para usar as gravações de campo como um instrumento.

7. Corte

Dependendo de como você usa suas gravações de campo em suas faixas, sobrepor trechos em uma ordem sem sentido é outra maneira de adicionar interesse e profundidade à sua trilha.

8. Sidechaining

As regras estão aí para serem quebradas, e você pode criar alguns efeitos interessantes usando o sidechaining de maneiras não tradicionais.

Se você tiver uma gravação de uma textura ou de som estático, tente fazer um sidechaining com um elemento percussivo como um loop de bateria. Silencie o loop e veja que tipo de curvas de volume rítmico emergem daí.

9. Crie instrumentos personalizados

Usar um instrumento ou sampler personalizado na sua DAW é uma maneira excepcional de criar seus próprios padrões de bateria, linhas de baixo ou trechos de sintetizador.

Muitos produtores usam samples curtos de diferentes sons (kicks, hats, etc.) para compor seus próprios padrões.

Antes de fazer isso, você provavelmente vai querer usar a dica mencionada anteriormente para cortar suas gravações.

Corte cada gravação em vários segmentos de um compasso e depois transforme-os no seu instrumento personalizado.

Dessa forma, você pode criar arranjos e ajustar os parâmetros de cada som individual à medida que você progride.

10. Use plugins criativos

Existem milhares de plugins VSTs de terceiros que você pode comprar ou baixar para processar os sons encontrados de maneiras únicas.

Aqui estão alguns plugins que são ótimos para processar gravações de campo:

Sinevibes Hologram
Esse processador de efeito ressintetiza o som em tempo real – convertendo-o em uma série de ondas senoidais relacionadas de diferentes frequências.

Dois moduladores flexíveis de formas de onda múltiplas aplicam movimento rítmico ao som ressintetizado. Assim, você pode criar linhas de baixo, partes de sintetizador e levadas de bateria a partir de suas gravações em campo.

MDSP Smart Electronix Livecut Beat Chopper
Um “cortador” de beats ao vivo, cujo algoritmo tem como objetivo simular o corte automático dos breakbeats, como o estilo do do early jungle e de drum and bass. Você pode obter resultados realmente interessantes se cortar trechos de gravações de campo através deste VST gratuito.

Stagecraft Echothief
Echothief é um reverb de convolução que permite modelar espaços reais. As técnicas avançadas de RI da Stagecraft dão acesso à respostas de impulso a espaços com muito para serem gravados com métodos tradicionais.

As possibilidades de uso de plugins em suas gravações em campo quase não têm fim. Confira esta lista dos Melhores Plugins VST Gratuitos para adicionar um toque único aos sons que você encontrar.

Gravando o mundo ao seu redor

Assim como a produção musical digital, a incorporação de gravações de campo em suas faixas expande as suas fronteiras.

Pode ser difícil saber como utilizar as gravações de campo em suas faixas e fazê-las soarem coerentes com a sua música. Mas bastam alguns efeitos simples e algumas técnicas básicas de produção para que isso seja possível.

Masterização e distribuição ilimitadas, 1.200 samples livres de royalties, 30+ plug-ins e muito mais! <a href="https://www.landr.com/pt/preco/?utm_campaign=acquisition_platform_en_us_studio-generic-new-blog-ad&amp;utm_medium=organic_post&amp;utm_source=blog&amp;utm_content=left-hand-generic-ad&amp;utm_term=general">Obtenha tudo o que a LANDR tem a oferecer com o LANDR Studio.</a>

Masterização e distribuição ilimitadas, 1.200 samples livres de royalties, 30+ plug-ins e muito mais! Obtenha tudo o que a LANDR tem a oferecer com o LANDR Studio.

Gabriel Valente

Gabriel é um músico apaixonado pelas paisagens sonoras do Brasil. Recém radicado em Montreal, ama pedalar pelas ruas da cidade e acredita na força do som e dos encontros.

@Gabriel Valente

Receba guias de equipamento, dicas de mixagem, os melhores plug-ins gratuitos e muito mais na sua caixa de entrada todas as semanas.

As últimas novidades da LANDR