LANDR BLOG

Criação de batidasGravação

Sampleando Música: O Guia Completo

Sampleando Música: O Guia Completo

O som dos samples habita quase todos os gêneros musicais e fazer música com samples é uma habilidade crucial que todo produtor deveria possuir.

Com a ajuda dos plugins de samplers modernos, dos softwares DAW, e das bibliotecas massivas de royalty-free samples

é mais fácil do que nunca utilizar os samples de forma mais profunda nas suas faixas.

Mas por onde começar?

Saber onde encontrar boas fontes de samples e como utilizá-las sem se deparar com algum problema legal pode parecer complicado.

Com esse guia você vai ficar sabendo sobre as fontes dos melhores samples, como aplicar esses elementos para criar faixas e como evitar erros comuns decorrentes do trabalho com samples.

  • O que eu posso samplear legalmente?
  • Onde encontrar as fontes dos meus samples?
  • Como utilizar samples na minha faixa?
  • Como samplear no meu DAW?

O que é sampling?

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/11/Sampling-Music-The-Complete-Guide_Copyright.jpg

O sampling (ou samplear) consiste em uma técnica de produção com a qual o artista coleta uma seção de áudio já existente para reinseri-la em uma nova criação. Hardware samplers como a Akai MPC, um plugin de sampler ou um DAW são alguns dos recursos utilizados pelos produtores para criar um sample. Esses fragmentos sonoros são loopados e modificados, muitas vezes até se tornarem irreconhecíveis.
A origem do sample está dance music e no hip-hop dos anos 80 e 90. Nos dias de hoje, no entanto, ele é utilizado em diversos gêneros, como no rap, no R&B, no rock, no country e até mesmo na música clássica moderna.E apesar de críticos terem questionado a legitimidade do sampling – foi só recentemente que o Grammy permitiu que músicas com samples fossem elegíveis para o prêmio de música do ano – – o fato é que trata-se de um recurso extensamente difundido e utilizado pelos produtores que fica difícil encontrar um gênero que não o utiliza.
Seja para prestar homenagem para lendas do passado ou para criar algo que soe irreconhecível e novo, samplear é uma técnica que só tem a contribuir para a qualidade da sua produção.

O que é possível de ser sampleado legalmente?

Antes de falarmos sobre como você pode utilizar samples em sua música, vamos falar sobre como fazer isso dentro dos parâmetros legais.
A obtenção de licenciamento para os samples é um tópico crucial.
Se você não licenciar os seus samples, não será possível distribuir digitalmente a sua faixa em plataformas de streaming como Spotify e Apple Music.
Você pode até mesmo enfrentar uma ação legal por usar samples não licenciados em suas faixas.
E mesmo se você conseguir licenciar um sample, você ainda terá que direcionar uma quantia para o pagamento de royalties.
Felizmente, existem muitas bibliotecas selecionadas com samples isentos de royalties que você pode usar à vontade em suas faixas.

Separando fato da ficção

Há muita desinformação por aí em torno do samplig.
Eis alguns fatos sobre direitos autorais que você precisa saber para samplear de forma inteligente:

  1. É ilegal a amostragem de qualquer parte de uma música sem autorização, não importa a duração do sample.
  2. Você não pode samplear o trabalho de alguém, mesmo que a obra não possua um registro de direitos autorais.
  3. Mesmo se você não planeja lucrar com as suas músicas, o uso de samples não licenciados não é permitido.
  4. Os direitos autorais expiram 70 anos após a morte do último autor ou co-autor sobrevivente.
  5. Você não pode citar letras de outro artista em uma gravação com sua própria voz.

O que são os creative commons?

A Creative Commons
é uma organização que possibilita que criadores de conteúdo ofereçam acesso para o uso e distribuição de seus trabalhos por meio de uma variedade de licenças.
Existem diversos tipos de licençasna creative commons. Cada uma delas fornece um nível específico de acesso para usar, modificar e remixar um conteúdo.
Para estar de acordo com a lei, você precisa prestar atenção em qual licença do Creative Commons foi aplicada ao trabalho que você está usando.
Existem algumas licenças de creative commons que permitem a qualquer pessoa usar, modificar e distribuir um trabalho específico.

Como Funciona a Liberação de Sample: O Negócio de Pegar Sons Emprestados

Voltar ao topo ⟰

Onde encontrar os seus samples

Com a questão dos direitos autorais resolvida, é hora de buscar boas fontes para encontrar samples.

Pacotes de samples grátis e websites

Existem muitos sites onde você pode encontrar sons gratuitos que constam no creative commons.
Você também pode encontrar bons samples em pacotes gratuitos.
Aqui vão alguns pacotes de samples gratuitos que podem ser do seu interesse:

Utilize uma biblioteca de samples curada e livre de royalties

Samples gratuitos e com direitos autorais licenciados são ótimos. Perder tempo de estúdio percorrendo milhares de samples nem tanto.
Ninguém quer passar horas analisando 300 bumbos de bateria. E vamos ser sinceros: os samples gratuitos nem sempre estão entre os melhores.
O uso de samples é divertido apenas se você for capaz de encontrar de fato o que você precisa para conceber a sua faixa.
Felizmente, existem algumas ótimas opções de samples excepcionais a um custo bastante reduzido.
As bibliotecas de samples curados são a melhor maneira de encontrar bons samples, pois abrigam pacotes de samples que se complementam.

LANDR Samples

LANDR Samples é uma fonte excelente com milhões de samples curadosAo encontrar um sample que você gosta, pressione a opção Selector e a LANDR te dará recomendações selecionadas pela IA que combinam com aquele sample.
O Selector possibilita identificar e combinar rapidamente samples contidos na biblioteca de samples da LANDR.
O LANDR também abriga pacotes de samples curados por artistas, o que facilita o processo inicial de conceber uma música com um sample.

Sampleie ai si mesmo e o mundo ao seu redor

Criar seus próprios samples é tão divertido quanto recorrer a bibliotecas e pacotes de samples.
Pegue seu gravador de campo e colete alguns samples em uma caminhada pela natureza!
Ou toque você mesmo um instrumento, grave a sessão inteira e pegue as melhores partes.
O auto-sampling é uma boa maneira de solucionar problemas de licenciamento, já que você pode modificar o trabalho de qualquer pessoa criando uma versão pessoal.
Alguns dos melhores hip-hop instrumentais de hoje vêm de trabalhos auto-sampleados.
Lembre-se de que as progressões de acordes não podem ser protegidas por direitos autorais; portanto, inspire-se com uma progressão de acordes bacana para o seu sample!

Gravação de Campo:
10 Maneiras de Utilizar Elementos Sonoros do Ambiente Em Sua Produção


10 Progressões de Acordes Emotivos que Todo Produtor Deve Saber

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/11/Sampling-Music-The-Complete-Guide_Sample-pack-fun-size.jpg
https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/11/Sampling-Music-The-Complete-Guide_MPC1000_1.jpg

Voltar ao topo ⟰

Como usar samples em sua faixa

O acesso a uma biblioteca de samples livres de royalties te dá oportunidades criativas para experimentar texturas e cores interessantes.
Uma faixa instrumental pode se beneficiar de uma fragmento vocal recortado.
Se sua faixa de bateria soar pouco densa, a substituição de samples pode ajudar a “engrossar” o seu loop de bateria.Encontrar o sample de bumbo (kick) perfeito pode levar a sua faixa para outro nível.
Às vezes, uma faixa precisa de um sample SFX ambiente flutuando em segundo plano para que uma camada extra de profundidade seja adicionada.
Ouça o seu arranjo e tente ouvir o que está faltando na faixa. Seja criativo!
E para não parecer que a sua faixa soa como a de todo o mundo, faça uma audição cuidadosa e misture os samples da forma certa.

Siga a armadura de clave

Sempre tente combinar a tonalidade do sample com a tonalidade da faixa com a qual você está trabalhando.
Para facilitar, as bibliotecas de samples geralmente evidenciam a tonalidade no nome do sample e existem ferramentas de localização de tons que também podem ajudar.
Um pouco de experiência com escuta e percepção auditiva pode te ajudar a saber como transpor a tonalidade de um sample.

Preste atenção na mixagem

Você encontrou o sample de que sua faixa precisa e está confortável com a forma como ele se encaixa no arranjo.
Agora é hora de ajustar bem o sample à sua mixagem.
Verifique se os samples estão preparados adequadamente para facilitar o processo de mixagem.
Se você se sentir bloqueado, existem algumas técnicas de processamento de samples que podem ajudar se algo na sua mix não estiver funcionando.

Como Escolher o Sample de Kick Perfeito para a Sua Faixa


Percepção Musical: Dicas de Teoria para Um Melhor Uso dos Samples


7 Maneiras Únicas de Processar Samples para uma Mix Melhor

Voltar ao topo ⟰

Como samplear no seu DAW

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/11/Sampling-Music-The-Complete-Guide_MPC1000_2.jpg

Agora que você encontrou um sample e tem 100% de certeza de que tem o direito de utilizá-lo legalmente, é hora de entrar na sua DAW.
Você pode estar se perguntando como criar um sample na sua DAW.
Em geral, os fluxos de trabalho de sampling geralmente são os mesmos entre as diferentes DAWs.
Muitas vezes, pra samplear basta arrastar um registro de áudio na linha do tempo da DAW.
Com um pouco de corte e edição você pode fazer o seu sample cair bem na sua faixa.
A maioria das DAWs vem com uma ferramenta de sampling integrada. Mas se você não gosta do sampler da sua DAW, há muitos plugins VST de sampler excepcionais que você pode experimentar.
A parte mais difícil é garantir que o tom e o ritmo do seu sample correspondam à sua faixa e se encaixam perfeitamente. Toma tempo e alguma prática para ficar bom nisso.
Para começar, aqui estão algumas dicas sobre como começar a samplear em alguns DAWs populares.

Como samplear no Ableton

Todo o fluxo de trabalho do Ableton é baseado em sampling. Qualquer clipe de áudio usado no Ableton pode ser tratado como um sample com o recurso Warp.
O Ableton torna possível ajustar o tempo de uma faixa com marcadores warp com os quais você pode clicar em uma faixa e fatiá-la.
Uma vez que seus marcadores warp estiverem definidos, tudo o que você precisa fazer é clicar com o botão direito do mouse na faixa que você marcou e fatiar a faixa em uma nova faixa MIDI.
Você também pode usar os plugins de sampler dedicados da Ableton para samplear.
O Simpler é a ferramenta de sampler mais direta do Live. Ele carrega apenas um único sampler, mas não deixe isso te enganar. É uma ferramenta super criativa para editar e reproduzir samples.
O Sampler, como o próprio nome diz, é o sampler da Ableton completo em recursos. Ele se adequa a uma variedade de projetos, desde tarefas básicas de sampling até a simulação realística instrumentos acústicos
Seja como você prefere trabalhar, o Ableton Live possui ferramentas poderosas para a integração de samples.
https://www.youtube.com/watch?v=SbqNpGgjUlk

Como Samplear no FL Studio

Para samplear no FL Studio, comece soltando o som que você deseja samplear diretamente em uma faixa.

Encontre a seção da música que você deseja sampler e abra a ferramenta Edison no seu primeiro slot de FX vazio.

Aperte o botão de gravação e grave um esboço do sample no Edison. Depois de gravar o sample, você pode editar e recortar o trecho até conceber o sample que procura.

Clique no ícone arrastar e arraste o sample para o local correto.

Os locais compatíveis para soltar uma amostra incluem qualquer canal de faixa, Fruity Slicer, DirectWave ou Playlist.

Você também pode ajustar o EQ, a velocidade e o tom do sample de acordo com o contexto da faixa depois de inseri-lo na obra final.

Como Sampler no Logic

A maneira mais comum de iniciar o sampling no Logic é dividir seus samples e usá-las diretamente na linha do tempo do DAW.

Mas se você deseja mapear seus samples para um controlador ou teclado MIDI, terá mais controle importando suas amostras para Alchemy ou EXS 24.

Clique com o botão direito do mouse na faixa que você deseja samplear, selecione Slice em Transient Markers e o Logic cortará automaticamente a faixa.

Destaque os samples cortados que deseja reproduzir e selecione Convert to New Audio Files e salve os samples em um novo arquivo de áudio.

Depois de criar o arquivo de áudio, abra o Alchemy, selecione aba avançado, clique em Source A (fonte A) e selecione import audio.

Se você deseja reproduzir um sample em diferentes tons em um teclado MIDI, selecione o sample que você gosta nessa pasta e clique em importar com o mapeamento definido como “pitch”.

Se você preferir reproduzir um grupo de samples mapeados para um controlador MIDI, selecione os samples desejados e importe-os com o mapeamento definido como “drums”.

Como alternativa, você pode clicar com o botão direito do mouse em uma faixa cortada e selecionar converter para novo sampler para importar diretamente para o EXS24.

Como Samplear com o Cubase Elements

O sampling no Cubase é realizado da melhor fora através do Sampler Control track.
A faixa de controle dos samples é fornecida com sua própria biblioteca de samples, conhecida como caleidoscópio, mas você também pode usar qualquer arquivo de áudio do HD.
Basta arrastar e soltar qualquer sample da biblioteca de samples na faixa de controle do sampler e o Cubase mapeará automaticamente o sampler para o teclado MIDI.
A faixa Sampler Control oferece muitas opções para adicionar efeitos e editar todo tipo de sample.
odifying any sample you use.


Os 12 Melhores Aplicativos de DAW Do Mundo

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/11/Sampling-Music-The-Complete-Guide_Sample-range.jpg

Voltar ao topo ⟰

Inspire-se e dê início a sua jornada com o sampler

O sampling um recurso de produção louvável. Ele é capaz de mudar a maneira como você escuta música e pode expandir seu gosto musical.
Quem não ama a ideia de encontrar uma joia e transformá-la em algo especial e novo.
Existem muitas maneiras de atrair inspiração. Confira a Rhythm Roulette no Mass Appeal se quiser ver os mestres no trabalho.
Agora que você sabe onde encontrar bons samples e como usá-los em seu DAW, a única maneira de melhorar é praticar usando-as em suas próprias faixa.
Então vá em frente, boa sorte e respeite a lei!