LANDR BLOG

InspiraçãoTeoria musical

Como Improvisar Melhor no Seu Instrumento

improvise on your instrument

O aprendizado da improvisação pode ser um pouco assustador quando paramos para pensar e nos damos conta de que na improvisação nossa é a nossa liberdade que entra em cena.

Como músicos, somos ensinados a aceitar certos limites para poder fazer música acontecer.

Um dedo colocado a um centímetro fora do lugar certo no braço da guitarra gera um ruído ao invés de uma nota. Cante uma nota acima ou abaixo do tom e isso pode prejudicar e muito uma performance musical.

O improviso na música pode ser um universo desconhecido para os músicos, principalmente quando quando o assunto é performance.

Para aprender a fazer música, é de se esperar que os músicos deem os primeiros passos tentando respeitar as convenções. É por isso ficamos intimidados quando nos dizem para sair do roteiro e cantar ou tocar literalmente o que quisermos.

Embora a música improvisada seja difícil para alguns músicos, o processo de aprendizado oferece enormes benefícios criativos. Aprender a improvisar ilumina o desenvolvimento de idéias musicais e também a compreensão da música.

Se você o que você quer é aprender a improvisar no violão, piano ou em qualquer outro instrumento, esse é o lugar certo. Neste artigo, você vai o encontrar o que precisa para começar.

O que é improvisação?

A improvisação musical é o ato de criar a música no momento. Isso pode ser feito cantando ou tocando um instrumento.

Como músicos, a maior parte do que tocamos já está planejado, seja uma música, uma escala ou um exercício técnico. A música improvisada é um fenômeno completamente distinto da música ensaiada metodicamente para uma performance.

A música improvisada pode consistir melodias autenticas sobre acordes e ritmos predeterminados ou mesmo a concepção de um material totalmente inventado no momento.

A improvisação é uma marca registrada do jazz e também é uma ferramenta que muitos outros músicos usam para desbloquear idéias.

A improvisação é uma marca registrada do jazz e também é uma ferramenta que muitos outros músicos usam para desbloquear idéias.

improvising on piano

Como improvisar sobre progressões de acordes

Se você é completamente novo na improvisação, praticar com progressões de acordes predeterminados pode ser um bom ponto de partida.

Escolha uma progressão de acordes simples e faça um loop – seja com o seu DAW ou com a sua banda. Escolha algo simples e fácil de ser tocado, como um blues de 12 compassos ou mesmo uma progressão de apenas dois acordes.

A evolução na improvisação sobre acordes ocorre com o tempo. Tente começar com sessões curtas de pelo menos cinco minutos.

Quando você começar a tocar, resista ao desejo de voltar ao início até que a progressão termine. Em vez de tentar controlar a experiência, se esforce para trabalhar com ela de uma maneira que estimule sua criatividade.

Em vez de tentar controlar a experiência, se esforce para trabalhar com ela de uma maneira que estimule sua criatividade.

Você logo descobrirá que algumas idéias funcionam melhor do que outras e, naturalmente, as desenvolverá ao longo da música.

Para os vocalistas, tudo isso se aplica, mas há mais uma coisa a se pensar. Se você faz rap freestyle, provavelmente terá que cantar melodias durante a improvisação. Pode parecer estranho, mas essa é uma ótima maneira de criar melodias para as músicas.

A improvisação sobre acordes vai evoluir ao você se sentir mais confortável consigo mesmo e com o ambiente.

4 dicas para praticar improvisação

Aqui vão algumas dicas úteis de improvisação. Elas se aplicam independentemente do seu instrumento e do modo como você escolhe improvisar:

1. Livre-se de julgamentos e expectativas

Não importa como você escolha improvisar, a beleza dessa prática é que não há decisões erradas.

Não importa como você escolha improvisar, a beleza dessa prática é que não há decisões erradas.

As expectativas e pressões que você se impõe para tocar em contextos convencionais podem ser obstáculos quando o assunto é improvisação. Quanto mais você manter a mente leve, mais livre você estará para explorar e criar.

2. Grave suas sessões

Você descobrirá rapidamente que a improvisação traz à superfície uma profusão de novas idéias. Evite que elas se percam e grave-as no seu smartphone ou no computador. Ouvir sessões improvisadas também pode ajudá-lo a melhorar sua técnica e estilo.

3. Comece com um plano

Tentar a improvisação livre logo no início é um grande desafio para músicos inexperientes. Para facilitar, tente tocar primeiro um ritmo em loop, uma linha de baixo ou uma progressão de acordes. Isto é aconselhável sobretudo à bandas interessadas em improvisar.

4. Experimente diferentes abordagens

Esta dica é voltada especialmente para a composição. Se você tende a criar as mesmas idéias musicais repetidas vezes, a improvisação é uma ótima maneira de sair da rotina.

Se você tende a criar as mesmas idéias musicais repetidas vezes, a improvisação é uma ótima maneira de sair da rotina.

Ao fazer um esforço consciente para explorar diferentes ritmos, acordes e melodias ao tocar, você poderá superar as idéias já esgotadas. Abandone o que lhe parecer confortável, permita-se cometer erros e novas idéias virão.

Evoluir e improvisar

Não há maneira certa ou errada de improvisar e permitir-se navegar por mares desconhecidos contribui para a expansão da intuição musical.

As regras e convenções têm seu valor no palco ou no estúdio, mas deve-se ter em mente de que na improvisação a pressão fica de lado para dar lugar à criatividade.