LANDR BLOG

InspiraçãoTeoria musical

10 Progressões de Acordes Emotivos que Todo Produtor Deve Saber

10 Progressões de Acordes Emotivos que Todo Produtor Deve Saber

A música exerce diversos papéis em nossas vidas.

Mas no final das contas o que define a música é a emoção. A melhor maneira de se conectar com seus ouvintes em um nível humano é através de um trabalho honesto e emocionalmente rico.

Transmitir as emoções certas quando você compõe músicas não é tarefa fácil. Mas algumas progressões de acordes podem evocar sentimentos poderosos imediatamente.

Hoje, vamos compartilhar cinco moods distintos que você pode criar em suas músicas usando progressões de acordes emotivas.

Para tirar o máximo proveito deste artigo, você precisa ter algum conhecimento básico de teoria, como construção de acordes e análise com números romanos. Tome um tempinho para fazer uma revisão nesses tópiocos se necessário.

Progressões de acordes épicas

De jornadas heróicas ao poder da natureza expressado em uma música, as progressões acordes épicas refletem temas emotivos e elevam a intensidade emocional da obra.

Nossa primeira progressão consiste no ingrediente especial de um grande número de faixas de sucesso – e por um bom motivo. Cada acorde adiciona uma nova camada em um ciclo emocional satisfatório:

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/08/Emotional-Chord-Progressions_Schema-1-I-V-vi-IV-.jpg

Essa progressão pode ser ouvida em vários gêneros musicais, de Take Me Home Country Roads de John Denver, até A Letter To Elise do The Cure.

do The Cure. Uma progressão que nunca deixa de tocar o coração é o sublime ciclo de acordes presentes no cânone de Pachelbel:

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/08/Emotional-Chord-Progressions_Schema-2-I-V-vi-iii-IV-I-IV-V-.jpg

Artistas pop de Vitamin Ca Oasis e Belle & Sebastien trouxeram esta emotiva e épica progressão de acordes à música moderna:



Progressões de acordes tristes

A tristeza é uma parte inevitável da vida. E é também é a base para muitas músicas excelentes.

O que soa triste tende a variar de pessoa para pessoa, mas há algumas progressões de acordes emotivas que sinalizam a tristeza quase que imediatamente.

Algumas progressões de acordes associam-se fortemente à uma época específica.

Algumas progressões de acordes associam-se fortemente à uma época específica. Essa progressão é por vezes chamada de “progressão dos anos 50”.

50s progression

Ela é especialmente comum na música doo-wop e nas canções de amor clássicas da era dos cantores pop:

Experimente a progressão dos anos 50 se você quiser evocar alguma tristeza e nostalgia.

Aqui está outra que certamente lhe dará o sentimento blues:

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/08/Emotional-Chord-Progressions_Schema-4-i-V42_IV6-VI-i.jpg

Não deixe que os acordes invertidos nesta progressão te enganem – ele se baseia em uma simples linha de baixo descendente.

Acordes menores em movimento descendente combinam-se com um ritmo lento para criar uma atmosfera de perda e desespero:

Uma variação dessa progressão menor descendente pode ser ouvida na obra Babe, I’m Gonna Leave You do Led Zeppelin.

Progressões de acordes interessantes

Não se pode definir essência de um som interessante! Onde terminam as palavras, continua o som!

Felizmente, existem algumas progressões de acordes que podem trazer uma sensação de magia às suas faixas.

De levadas lentas à faixas meditativas, muitas progressões de acordes “legais” são inspiradas por complexas harmonias de jazz.

De levadas lentas à faixas meditativas, muitas progressões de acordes “legais” são inspiradas por complexas harmonias de jazz.

Aqui está um exemplo:

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/08/Emotional-Chord-Progressions_Schema-5-i-VII-IV-IV.jpg

Essa progressão de acordes aparece na música country Wicked Game, de Chris Isaak.

O IV maior é um acorde emprestado do paralelo maior, fornecendo um local de descanso inesperado e estável para a sequência harmônica envolvente:



O seguinte é tem sido uma progressão de acordes elementares na música pop das últimas duas décadas.

Ao transformar o acorde V em um acorde menor, um clima interessante que desperta o ouvinte é criado:

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/08/Emotional-Chord-Progressions_Schema-6-I-v-v-ii-.jpg

A banda Coldplay usa essa progressão em várias músicas, incluindo Clocks:



Progressões de acordes estranhas

De vez em quando, faz bem criar uma música a partir de progressões estranhas.

Tomar emprestado acordes de outras tonalidades é uma ótima maneira de brincar as expectativas do ouvinte e direcioná-las a lugares inesperados.

Tomar emprestado acordes de outras tonalidades é uma ótima maneira de brincar as expectativas do ouvinte e direcioná-las a lugares inesperados.

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/08/Emotional-Chord-Progressions_Schema-7-I-vi-Vvi-V-I-.jpg

Essa progressão usa um acorde maior de forma inesperada para adicionar uma boa tensão. O Arcade Fire usa essa progressão na música The Suburbs:

Progressões de acordes felizes

Feliz significa algo diferente para todos nós. Mas, em termos musicais, progressões previsíveis com acordes maiores refletem contentamento e felicidade.

Não há nada mais direto do que uma simples progressão baseada em I, IV e V:

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/08/Emotional-Chord-Progressions_Schema-8-I-IV-V7-IV-1.jpg

Mas progressões simples como essa soam incríveis quando bem utilizadas:

Para tornar as coisas mais emocionantes, você pode experiemtar uma progressão com um pouco mais de tensão como esta:

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/08/Emotional-Chord-Progressions_Schema-10-I-II7-IV-I.jpg

Neste exemplo, II7 atua como um acorde dominante para uma cadência no estilo gospel.

Essa tensão extra produz um som elevado com excitação vertiginosa que cresce à medida que a progressão se desenvolve.

Outra progressão que pode parecer inesperadamente feliz é o blues de 12 compassos.

Eu sei o que você está pensando. Por que uma progressão de blues está fazendo aqui na sessão de progressões de acordes felizes?

Essa progressão nasceu do blues e agora é destaque em inúmeras músicas de vários gêneros.

Em vez de “feliz” ou “triste”, essa progressão é uma um caminho versátil para a criação.

12 bar blues progression

As seções dos versos de Can’t Buy Me Love dos Beatles, são ótimos exemplos da progressão Blues de 12 compassos em ação:



Inteligencia emocional

Esses exemplos de progressão de acordes emotivas são um ótimo começo, mas você precisará apresentá-los de maneira convincente se quiser se conectar com os ouvintes.

Instrumentação, produção e narrativa percorrem um longo caminho na música.

Não existe uma fórmula perfeita para criar músicas emocionalmente impactantes, então você precisará experimentar para ver o que funciona para você!