LANDR BLOG

Criação de batidas

Como Adicionar Textura Às Suas Faixas Com Samples SFX

Como Adicionar Textura Às Suas Faixas Com Samples SFX

Os samples SFX são um ingrediente chave nas suas faixas. Eles são uma ótima maneira de adicionar profundidade e atmosfera e de trazer sons inesperados para suas produções.

Mas mixar músicas com samples SFX não é tão simples. Obter a textura correta sem sobrecarregar os elementos principais da sua faixa requer abordagens criativas de mixagem.

Neste artigo, mostraremos como adicionar textura às suas faixas com samples SFX em sete etapas.

1. Encontre os samples SFX certos

O SFX é uma categoria ampla quando se trata de samples.

Tudo, desde breves one-shots até paisagens sonoras inteiras, pode ser considerado “SFX”.

Tudo, desde breves one-shots até paisagens sonoras inteiras, pode ser considerado “SFX”.

Isso significa que você precisará encontrar o sample certo para o momento específico da sua música.

É aí que entram os Samples LANDR Use os filtros de gênero, instrumento e tipo para buscar pelo SFX na imensa biblioteca de packs. O som perfeito está lá!

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2019/08/LANDR-Samples-Browse-SFX.png

2. Use as ferramentas de modelagem de tom integradas do seu sampler

Os plugins de sampler modernos vêm com um conjunto de recursos para manipular a reprodução.

Ajustar as horas de início e término do sample, a transposição de tom, a direção da reprodução e configurações de filtro ressonante podem te levar longe – antes de você adicionar qualquer outro processamento!

Mudar o envelope de um sample usando um ADSR pode alterar muito seu aspecto. E qualquer sample é completamente diferente se reproduzido contrário.

O mesmo vale para o tom. Às vezes, os elementos granulados causados pela mudança de tom invasiva podem ser exatamente o que um som precisa ter na medida certa.

sampler SFX

Veja o quão perto você pode chegar do seu som SFX perfeito usando apenas as opções de modelagem integradas do seu sampler – você terá efeitos em breve!

3. Não tenha medo de equalizar

Os samples SFX são atmosféricas por natureza.

Você não precisa se preocupar em preservar as características originais da sample para fazê-lo funcionar em contexto.

É necessário manipular seus sons SFX com plugins EQ para combiná-los sem criar uma mixagem que soe muddy.

Mas não se trata apenas de abrir espaço.
Os samples podem parecer completamente diferentes quando filtrados radicalmente por filtros de passa alta ou baixa.

Às vezes, até entalhes abruptos ou passagens de banda podem mostrar uma seleção exclusiva dentro da extensão geral de frequência de um sample.

EQ for SFX samples

Às vezes, até entalhes abruptos ou passagens de banda podem mostrar uma seleção exclusiva dentro da extensão geral de frequência de um sample.

O EQ é uma ferramenta de design de som – portanto, use-o dessa maneira!

4. Seja criativo com os efeitos

Sua próxima técnica de design de som mais poderosa é ser criativo com os efeitos.

Quando se trata de trabalhar com samples SFX, não há regras.

Se você deseja aprimorar sutilmente o caráter natural do som ou levar para uma dimensão completamente diferente, usar efeitos é a maneira perfeita de explorar.

Experimente cadeias paralelas/seriais e efeitos incomuns. O que acontece se você usar apenas o sinal úmido de seus plugins de reverb?

Ou criar delays em cascata que persistem por muito tempo após a sample original?

creative effects processing

Experimente todos os estilos de modulação que você tem na sua caixa de ferramentas. Phasers e flangers com taxa 0 podem atuar como filtros interessantes de modelagem de tom.

Um chorus sutil pode ser perfeito para ampliar o campo estéreo.

Efeitos de distorção, overdrive e bitcrushing também são ótimos neste aplicativo.

5. Sobreponha samples SFX em conjunto

Samples de camadas são uma prática comum para faixas fundamentais, como bumbo e caixa.
Mas também é altamente eficaz para criar sons SFX complexos e envolventes.

Às vezes, adicionar um sample adicional é mais fácil e mais transparente do que fazer alterações agressivas com efeitos e EQ.

Às vezes, adicionar um sample adicional é mais fácil e mais transparente do que fazer alterações agressivas com efeitos e EQ.

Se suas outras opções de modelagem de tom não o levarem aonde você precisa, tente explorar as samples LANDR para encontrar sons SFX adicionais para criar camadas.

Depois de trabalhar com dois ou mais samples, você tem todas as ferramentas da mixagem tradicional à sua disposição.

Decidir como aplicar o pan e mixar várias samples de SFX é um exercício de design de som. Ele, basicamente, duplica suas possibilidades!

6. Embale os seus samples de SFX para liberar espaço quando necessário

Então você criou um patch SFX de várias camadas que está nadando em efeitos. Seu som pode estar ficando um pouco ocupado – e distraindo os principais elementos da música.

Você precisa que suas faixas SFX se misturem com a textura o suficiente para adicionar profundidade e interesse sem sobrecarregar sua base rítmica ou melódica.

A compressão Sidechain é uma maneira de garantir que o bumbo em particular mantenha sua presença, não importando a densidade do fundo.

A compressão Sidechain é uma maneira de garantir que o bumbo em particular mantenha sua presença, não importando a densidade do fundo.

Esta é uma aplicação clássica do truque da compressão Sidechain.

sidechain SFX samples

Direcione suas faixas SFX para um único bus estéreo e insira um compressor com uma entrada de cadeia lateral.

Crie um envio a partir da trilha do bumbo e encaminhe-o para a entrada principal do compressor de bus SFX.

Agora, o compressor estará “ouvindo” a faixa do bumbo e reduzindo substancialmente o ganho a cada batida.

Use os controles de limite, proporção, ataque e liberação para ajustar o tempo e a intensidade do efeito.

Faça tudo certo e seu SFX irá convergir perfeitamente na textura geral.

7. Use a automação para ajustar com precisão

Os patches SFX geralmente são altamente dinâmicos.

Processamentos dinâmicos tradicionais como compactação podem não ser suficientes para reinar nas dramáticas mudanças de nível ao longo da duração de uma sequência expressiva de samples de SFX.

Quando tudo mais falha, a automação é a melhor maneira de garantir que seus sons não fiquem fora de controle.

Quando tudo mais falha, a automação é a melhor maneira de garantir que seus sons não fiquem fora de controle.

Fazer ajustes de nível no fader garante que qualquer variação causada pelo uso extensivo de efeitos possa ser contabilizada sem alterar as relações delicadas que você concebeu durante a fase de criação do som.

Curtindo um SFX

Ótimas samples de SFX podem melhorar a atmosfera e a vibração de uma faixa.

Misturar em texturas SFX sutilmente e com bom gosto requer uma mixagem estratégica.

Experimente estas dicas na próxima vez que você estiver tentando trazer sons SFX para sua produção.

Masterização e distribuição ilimitadas, 1.200 samples livres de royalties, 30+ plug-ins e muito mais! <a href="https://www.landr.com/pt/preco/?utm_campaign=acquisition_platform_en_us_studio-generic-new-blog-ad&amp;utm_medium=organic_post&amp;utm_source=blog&amp;utm_content=left-hand-generic-ad&amp;utm_term=general">Obtenha tudo o que a LANDR tem a oferecer com o LANDR Studio.</a>

Masterização e distribuição ilimitadas, 1.200 samples livres de royalties, 30+ plug-ins e muito mais! Obtenha tudo o que a LANDR tem a oferecer com o LANDR Studio.

Gabriel Valente

Gabriel é um músico apaixonado pelas paisagens sonoras do Brasil. Recém radicado em Montreal, ama pedalar pelas ruas da cidade e acredita na força do som e dos encontros.

@Gabriel Valente

Receba guias de equipamento, dicas de mixagem, os melhores plug-ins gratuitos e muito mais na sua caixa de entrada todas as semanas.

As últimas novidades da LANDR