LANDR BLOG

Equipamento musicalMixagem e masterização

Como Usar Compressão Para Resolver 5 Erros Comuns Na Mixagem

Como Usar Compressão Para Resolver 5 Erros Comuns Na Mixagem

Comprima para impressionar.

Compressores são ótimos resolvedores de problemas quando você faz mixagem de música. Mas se eles são usados de maneira errada, compressão pode significativamente colorir (e até mesmo bagunçar) o seu som.

Então você precisa saber o que você está fazendo para fazer a compressão resolver seus problemas (e realmente resolver seu problema).

Nesse artigo você vai conhecer 5 problemas comuns e como resolvê-los usando compressão.

O QUE É UM COMPRESSOR?

Primeiro vamos começar pelo básico!

Compressores são engraçados. Eles reduzem o gain do seu sinal (“GR” significa Gain Reduction no seu compressor DAW). Mas eles também reduzem o alcance dinâmico do sinal.

O alcance dinâmico é a diferença entre as partes mais barulhentas e as partes mais silenciosas de um sinal. Quando alguém diz que um sinal é muito dinâmico, significa que ele varia muito entre as partes silenciosas e as barulhentas – vocais são um bom exemplo de som com um amplo alcance dinâmico… como Mariah Carey!

Você pode estar pensando: mas reduzir o alcance dinâmico não seria uma coisa ruim?

Bom, os compressores diminuem o volume de picos altos – eles equalizam as notas que se sobressaem no mix. Isso é bom porque permite que você obtenha o ganho de todo o sinal sem clipagem.

Compressores diminuem o volume de picos altos – eles equalizam as notas que se sobressaem no mix. Isso é bom porque permite que você obtenha o ganho de todo o sinal sem clipagem.

Então o uso de compressores corretamente lhe dá um som mais polido e mais penetrante sem entrar no vermelho. Incrível, certo?

COMO UTILIZAR AS CONFIGURAÇÕES DO COMPRESSOR

Para tirar o máximo proveito dos seus compressores, você precisa saber como usar as configurações corretas.

Tenha sempre uma clara intenção em mente com suas configurações. E lembre-se sempre de usar seus ouvidos também!

As configurações principais do compressor são: threshold, ratio, attack e release.

Aqui está o que eles fazem:

Threshold

O threshold é o nível (em dB, decibéis) em que o seu compressor começa a funcionar. Quando o seu sinal atinge o threshold é quando o compressor começa a funcionar.

Arraste o threshold até ver o compressor funcionar. Você sabe que está funcionando quando há atividade em seu medidor de GR.

gr

Ratio

O ratio é quanto o seu compressor vai comprimir.

ratio

Ratios mais altos dão batidas e pancadas, mas podem distorcer ou adicionar um efeito de bombeamento. Mantenha as proporções de baixo a médio alcance quando você está procurando um efeito mais natural.

No 1:1 não tem nenhuma compressão acontecendo.

Ratios mais baixos (como 2:1 ou 4:1) significa que você está aplicando baixas ou médias quantidades de compressão.

Entre 8:1 e 20:1 você está aplicando uma compressão mais pesada. Quando está perto de ∞: 1 (infinito para um), seu compressor é basicamente um limitador – o que significa que as partes do seu sinal que vão além do threshold não irão mais longe (em termos de amplitude).

Attack

O attack é a rapidez com que o compressor começa a funcionar. Ele controla a quantidade de impacto inicial e os transientes do som.

attack

Attack lento é entre 25 e 100 milissegundos (ms). Isso permite um grande impacto inicial, de modo que lhe dá um som mais forte. Mas se seu baterista tocou de forma desigual, isso será acentuado.

Um attack médio é entre 8 e 25 ms. É um bom meio termo.

Um attack rápido (8 ms ou menos) torna seu som mais apertado e mais uniforme. Dá suavidade à parte frontal do som. Mas também cria o risco de remover o impacto inicial (os transientes) tornando-o mais abafado e sem vida. Então ajuste o attack para se adequar ao seu som.

Release

O release é a rapidez com que o compressor pára – em outras palavras, o tempo que leva para que a compressão pare de funcionar.

release

Um release rápido (100 ms ou menos) significa que o compressor pára de comprimir rapidamente após o início. É um som mais agressivo e gracioso. Utilizar ele demais às vezes pode produzir artefatos de “bombeamento”.

O release médio é entre 100 e 400 ms.

O release lento (maior que 400 ms) oferece mais dinâmica e suavidade. Mas exagerar pode tirar a vida e o impacto do próximo som. Também pode bagunçar o groove e a sensação de sua faixa.

Tenha em mente que todos os compressores são diferentes, não existe uma fórmula única para isso. Então, ouça e ajuste para adequar aos seus gostos!

Dica: olhe o medidor GR (Gain Reduction). Defina o release para que ele volte a zero (o topo) antes do próximo hit. Caso contrário, você provavelmente irá comprimir demais.

Aqui está uma pequena folha com dicas sobre attack e release (em milissegundos):

https://blog.landr.com/wp-content/uploads/2017/08/PT-compression-post.png

5 PROBLEMAS COMUNS DE PRODUÇÃO E COMO CONSERTÁ-LOS

Saber por quevocê está usando um compressor é o segredo para aproveitar ao máximo.

Antes de jogar aquele compressor na sua faixa, pergunte-se: o que eu estou tentando alcançar ou resolver?

Aqui estão 5 problemas comuns que os produtores têm e como resolvê-los com compressão:

PROBLEMA 1: QUERO AUMENTAR O NÍVEL DA MINHA BATERIA MAS AI COMEÇA A CLIPAR.

Solução: use um compressor para suavizar os picos

Como fazê-lo: Arraste e solte seu compressor favorito na sua faixa de bateria.

  1. Comece com o ratio no infinito para 1 (inf: 1) e seu threshold em menos infinito (-inf). Vai soar horrível, mas vai ajudar a encontrar a configuração exata do attack.
  2. Defina o attack todo para baixo (perto de 0 milissegundos) e, em seguida, reproduza sua faixa de bateria.
  3. Lentamente, comece a aumentar o tempo do attack até começar a ouvir um clique claro – o attack da sua bateria.
  4. Agora, coloque o ratio e o threshold de volta até que sua bateria pareça natural novamente. O que me parece melhor é uma relação de 5:1 e um threshold de -16 dB. Mas seus resultados variam dependendo do seu som de bateria.
problem-1

Para domar os picos da sua bateria, defina seu compressor para:

  • Ratio Médio-Alto
  • Attack rápido
  • Release rápido

Por que isso funciona: o compressor reduz o ganho dos picos e permite que você aumente o nível de toda a sua faixa de bateria. Você obtém um som de bateria mais uniforme e forte.

PROBLEMA 2: O MEU KICK NÃO FUNCIONA BEM PORQUE ESTÁ INTERFERINDO COM O BASSLINE.

Solução: Use a compressão lateral

Como fazer: Fizemos um guia passo a passo de compressão lateral – dê uma olhada para relembrar os princípios básicos.

Para começar, coloque o kick no compressor de linha lateral da sua bassline.

sidechain

Configure seu compressor para:

  • Ratio Médio
  • Attack médio
  • Release Média-Rápida – configure de acordo com a sensação/groove da música

Por que isso funciona: a compressão lateral reduz o bassline quando o kick aparece. Isso deixa espaço para que o kick seja ouvido. Defina o ratio para o meio (digamos 5:1) para esconder um pouco da bassline quando o kick bater. Defina o ratio para cima (como 10:1) para cortar a bassline quase completamente quando o kick aparecer – isso cria esse efeito notável de bombeamento.

PROBLEMA 3: MEUS VOCAIS SÃO SUPER QUIETOS EM ALGUMAS PARTES E BEM MAIS ALTOS EM OUTRAS.

Solução: utilize dois compressores

Como fazê-lo: Coloque dois compressores na sua faixa vocal um após o outro.

two-comp

Veja como configurar seus dois compressores:

Primeiro Compressor:

  • Baixa Ratio
  • Attack lento
  • Release lento

Segundo Compressor:

  • Ratio mais elevado
  • Attack rápido
  • Release Médio

Por que funciona: o primeiro compressor será lento e soará natural. Isso suavizará a dinâmica e equalizará a intensidade em geral. O segundo é um compressor mais rápido que irá manter a pancada do som.

Dica: às vezes, ter vários compressores (2-3) fazendo um pouco de compressão (muito menos redução de ganho) soa mais natural do que um que faz um monte de redução de ganho.

PROBLEMA 4: GRAVEI UM BATERISTA TOCANDO, MAS SOA SUPER FRACO NA GRAVAÇÃO.

Solução: Comprima a gravação do microfone da sala.

Como fazê-lo: Grave seu kit de bateria usando microfones diretos e um microfone de sala. Coloque os microfones diretos em frente de cada peça. Coloque o microfone de sala em cima. Uma vez que você possuir todas as gravações em sua DAW, aplique um compressor na sua faixa de microfone de sala.

compressing_drums1200x627

Configure seu compressor para:

  • Ratio alto
  • Attack médio
  • Release rápido

Por que funciona: um compressor permite que seus instrumentos soem melhor. Isso dará a impressão que eles foram tocados com mais intensidade. Você não está procurando um som perfeitamente limpo aqui – imagine baterias de rock. Você está procurando um som com mais pancada. Comprimir o microfone de sala dá um efeito estético super legal.

PROBLEMA 5: EU USEI UM COMPRESSOR MAS AGORA EU TENHO MENOS PANCADA.

Solução: use compressão paralela.

Como fazê-lo: para usar compressão paralela, duplique seu sinal. O primeiro sinal será seu sinal mais seco. O segundo sinal será seu sinal comprimido. E porque você tem dois sinais, vá extremo no segundo – muita compressão. Em seguida, misture o seco com apenas um pouco do sinal comprimido até soar melhor.

kickandbass_sep

Veja como configurar o compressor em seu segundo sinal:

  • Ratio alto
  • Attack lento
  • Release rápido

Por que funciona: você não precisa se preocupar em perder seu alcance dinâmico porque o sinal mais seco mantém todo o corpo e a dinâmica. O sinal comprimido com um ataque mais lento irá adicionar a pancada e a energia faltantes. Aplique alguma compressão leve no seu sinal seco se precisar.

Dica: Equalize o sinal comprimido. Tente colocar um filtro de passagem alta nele. Isso permite que seu sinal seco seja a principal fonte de low end.

COMPRESSÃO PARA IMPRESSIONAR

Lembre-se, os compressores têm personalidades. Alguns compressores são mais coloridos do que outros. Alguns são mais transparentes. Seja íntimo com seus compressores e saiba o que cada um faz melhor.

Tente isso: coloque sua faixa favorita em sua DAW e coloque um compressor nele. Brinque com as configurações – experimente mudanças drásticas. Faça alguma audição ativa para identificar o que eles fazem.

Compressores moldam seu som e até mesmo a sensação de espaço em seu mix. Então, desenvolva suas habilidades de compressão. Eles levarão seu mix para o próximo nível.